• Friday July 1,2022

Cinturão de Asteróides

Explicamos a você o que é o cinturão de asteróides e qual a sua distância do Sol. Além disso, teorias sobre como ele se originou.

O cinturão de asteróides é composto por vários milhões de corpos celestes.
  1. Qual é o cinturão de asteróides?

É conhecido como o cinturão de asteróides ou o cinturão principal de uma região do nosso sistema solar localizada entre as órbitas J ́piter e Marte, isto é, separando os planetas internos dos exteriores. . É caracterizada por abrigar uma infinidade de objetos astronômicos rochosos, de formas irregulares e de tamanhos diferentes, conhecidos como asteróides, e acompanhados pelo planeta anão Ceres.

O nome do Cinturão principal é dado para diferenciá-lo de outros grupos de objetos espaciais no Sistema Solar, como o Cinturão de Kuiper, localizado atrás da órbita de Netuno; ou como a Nuvem de Oort, nos confins do Sistema Solar, há quase um ano a partir do Sol.

O cinturão de asteróides consiste em vários milhões de corpos celestes, classificados em três tipos: carbono (tipo C), silicato (tipo S) e metal (tipo M) . Os maiores objetos presentes são cinco: pás, Vesta, Higia, Juno e o maior de todos: Ceres, classificado como um planeta anão, com um diâmetro de 950 km. Esses objetos compõem mais da metade da massa do cinturão principal, equivalente a apenas 4% da massa da Lua (0, 06% da massa da Terra).

Embora nas representações sejam mostradas de perto, formando uma nuvem compacta, a verdade é que esses asteróides estão tão distantes, que seria difícil navegar nessa região do espaço e encontrar alguma . Por outro lado, devido às oscilações orbitais usuais que eles apresentam, devido a suas eventuais abordagens à órbita J piter (e, portanto, aos efeitos de sua gravidade), muitos asteróides deixam o conjunto e são jogados para o espaço sideral, ou mesmo contra alguns planetas internos.

Veja também: Astro.

  1. Distância do cinturão de asteróides do Sol

Os objetos que compõem a órbita do Cinturão de Asteróides entre J piter e Marte, entre 2, 1 e 3, 4 Unidades Astronômicas (AU) do Sol, ou seja, entre 314.155.527 e 508.632.758 quilômetros de distância do rei Astro.

  1. Origem do Cinturão de Asteróides

O cinturão de asteróides pode fazer parte da nebulosa protosolar.

A teoria mais aceita sobre a origem do cinturão de asteróides faz parte da nebulosa protosolar de onde veio todo o sistema solar. Ou seja, poderia muito bem ser o resultado de matéria dispersa que não conseguiu formar um corpo maior, em parte devido à interferência das ondas gravitacionais de Júpiter, o maior planeta do sistema solar. Isso faria com que os fragmentos de rocha colidissem uns com os outros ou os expulsassem para o espaço, sobrevivendo de uma maneira que representa apenas 1% da massa total inicial.

Hipóteses mais antigas sugerem que o cinturão de asteróides teria sido um planeta formado a partir da nebulosa primitiva, mas que havia sido destruído por algum impacto orbital ou por explosões internas. No entanto, essa hipótese parece improvável, dada a baixa massa do cinto, em contraste com as quantidades muito altas de energia que seriam necessárias para explodir um planeta dessa maneira.


Artigos Interessantes

Hoax

Hoax

Explicamos o que são trotes e por que eles são um problema sério para os usuários da Internet. Além disso, como detectar uma farsa? 70% dos usuários da Internet não conseguem distinguir uma farsa. O que é uma farsa? Na Internet, isso é conhecido como brincadeira, bulo ou notícia falsa, ou seja, uma tentativa de fazer as pessoas acreditarem que algo falso é real , com base em meias-verdades, fotografias enganadas ou provenientes de outras pessoas. origem ou

Ciências físicas

Ciências físicas

Explicamos o que são as ciências físicas ou empíricas, seus ramos e como são classificadas. Exemplos de diferentes ciências físicas. As ciências físicas recorrem à lógica e aos processos formais como uma ferramenta. Quais são as ciências físicas? As ciências factuais ou factuais, ou também ciências empíricas, são aquelas cuja tarefa é conseguir uma reprodução (mental ou artificial) dos fenômenos da natureza que É desejável estudar, a fim de entender as forças e os mecanismos envolvidos nelas. São, portanto, as ciênci

Processador de texto

Processador de texto

Explicamos o que é um processador de texto e um pouco de história sobre esta ferramenta de computador. Além disso, suas vantagens e alguns exemplos. Um processador de texto possui diferentes fontes, tamanhos, cores e formatos de texto. O que é um processador de texto? O processador de texto é um tipo de programa ou aplicativo de computador cuja função principal é criar ou modificar documentos de texto gravados em um computador. Pode-s

De plástico

De plástico

Explicamos o que é o plástico, os tipos existentes e os vários usos desse polímero. Além disso, sua história e suas diferentes propriedades. Os plásticos são materiais sintéticos e derivados de petróleo. O que é o plástico? Plástico é o nome genérico e comum dado a uma série de substâncias de estrutura molecular semelhante e características físico-químicas, cuja maior virtude é possuem elasticidade e flexibilidade em uma variedade de temperaturas, permitindo sua moldagem e adaptação a várias formas. Esse nome deriva de su

Comunismo Primitivo

Comunismo Primitivo

Explicamos a você o que era o comunismo primitivo, sua economia, modos de produção, vantagens, desvantagens e outras características. O comunismo primitivo foi a primeira forma de organização social. O que era o comunismo primitivo? Segundo a perspectiva do marxismo, a primeira das etapas da organização político-social da humanidade é chamada comunismo primitivo ou modo de produção primitivo. Apareceu c

Fonte de alimentação

Fonte de alimentação

Explicamos o que é uma fonte de alimentação, as funções que este dispositivo cumpre e os tipos de fontes de alimentação existentes. As fontes de alimentação podem ser lineares ou comutativas. O que é uma fonte de alimentação? A energia ou fonte de alimentação ( PSU em inglês) é o dispositivo responsável por transformar a corrente alternada da linha elétrica comercial que é recebida nas residências (220 volts na Argentina) em corrente direta ou direta; que é aquele usado por dispositivos eletrônicos, como televisores e computadores, fornecendo as diferentes tensões exigidas pelos componentes, ge