• Saturday September 19,2020

Desenho

Explicamos a você qual é o design e quais são suas principais características. Além disso, qual é o design gráfico, industrial e arquitetônico.

Os designers nada mais fazem do que criar objetos físicos, gráficos ou outros.
  1. Qual é o design?

O design da palavra tem uma gama muito ampla de definições, uma vez que se aplica a muitas áreas do conhecimento humano de maneira mais ou menos diferenciada. No entanto, por design, geralmente nos referimos a um processo de prefiguração mental, isto é, de planejamento criativo, no qual a solução é buscada para algum problema específico, especialmente no contexto de engenharia, indústria, arquitetura, comunicação e outras disciplinas relacionadas.

Em linhas gerais, o design não é mais do que a imaginação de um objeto, ou seja, sua concepção, levando em consideração aspectos como forma, aparência, funcionalidade, operabilidade e a vida útil disso. Os projetistas, portanto, não fazem nada além de criar objetos físicos, gráficos ou quaisquer outros que atendam a uma finalidade específica estabelecida previamente. Por exemplo, um designer industrial pode prefigurar peças de máquinas para carros ou formas mais eficientes de canos, enquanto outros podem se dedicar à criação de móveis, brinquedos, telefones etc.

O design como disciplina autônoma desempenha um papel vital no mundo contemporâneo, de tal forma que se assimilou a praticamente todas as áreas do empreendimento humano, e está entre os corridas de estudo mais exigidas internacionalmente.

Veja também: Desenho técnico.

  1. Recursos de design

Um designer é uma pessoa que treinou sua criatividade com foco em aspectos mais pragmáticos, para que ele possa oferecer soluções personalizadas para o problema que enfrenta. Por esse motivo, o design como disciplina geralmente é um pouco geral, um conjunto de conhecimentos aplicáveis ​​a vários campos de trabalho, mas que usam geometria, aritmética, Lógica, ilustração, marketing, sociologia ou ciência da computação para um processo que, fundamentalmente, compreende as seguintes etapas:

  • Observação e análise. Uma vez que a necessidade de design surge da vida cotidiana do ser humano.
  • Planejamento e projeção. Propor uma maneira de resolver a necessidade detectada.
  • Construção e execução. Trazendo à realidade o projetado e submetendo-o ao teste de sua operação.
  1. Design gráfico

O design da Web geralmente se aventura em audiovisual e interativo.

Este é talvez um dos ramos mais populares do design hoje, dado o aspecto visual que predomina na cultura contemporânea. Trata-se da criação e projeção de objetos gráficos: ilustrações, composições, logotipos, imagens, caracteres tipográficos etc. utilizados em diversas indústrias e meios de comunicação de massa, atendendo a aspectos estéticos, comunicacionais e simbólicos.

Esse ramo do design, por sua vez, tem segmentos aplicados a vários campos de interesse, como:

  • O design editorial Ele é especialista no trabalho gráfico de layout e preparação de capas de livros, revistas e outras publicações impressas.
  • O design da publicidade. Ele é especialista no trabalho criativo por trás da publicidade e marketing de produtos e serviços de consumo, criando assim propagandas, propagandas ou ilustrações comerciais.
  • Design corporativo. É especializada na criação de motivos gráficos de negócios, como logotipos, embalagens e ilustrações que refletem a identidade corporativa de uma empresa ou organização.
  • Web design. Ele é especialista nos aspectos de design que dizem respeito à Internet e ao mundo 2.0, por isso, muitas vezes, se aventura no audiovisual e na interatividade, mesmo usando conhecimentos de ciência da computação e programação.
  1. Desenho industrial

O design industrial presta atenção à forma, uso e vida útil dos objetos.

Este é um ramo do design que lida com a concepção de produtos seriais e / ou industriais, ou seja, bens de consumo ou de capital. Prestando atenção à forma, uso e vida útil dos objetos, busca maximizar sua funcionalidade e torná-los melhores e mais satisfatórios para o público consumidor. Nesse sentido, o designer industrial é dedicado a:

  • Design automotivo Ou de carros ou peças para eles.
  • Projeto aeronáutico Ou aviões e navios ou peças para eles.
  • Design de móveis. Ou móveis e prateleiras ou peças para eles.
  • Design do produto Que pode ser eletrodoméstico, cerâmico, vidro, plástico, etc.
  • Design de brinquedos. Ou peças de reposição para eles.
  • Projeto de máquinas e equipamentos. Com várias finalidades de fabricação ou produtivas.

Devido à complexidade desses processos, o design industrial geralmente requer conhecimentos muito especializados em termos de materiais, máquinas e serviços, os quais eles desejam de seus estudos ao longo de uma carreira universitária.

  1. O projeto arquitetônico

É um tipo de design focado na satisfação das necessidades específicas dos espaços do ser humano, seja no aspecto estético ou tecnológico. Ou seja, fornece soluções técnicas e construtivas para o exercício da arquitetura, que serve como disciplina subsidiária. Pode-se dizer que o projeto arquitetônico lida com o aspecto criativo da arquitetura.

  1. Design de moda

A moda é uma das principais expressões culturais do ser humano.

A criação de roupas, roupas, acessórios, calçados, joias e outros objetos de uso ornamental ou funcional para o ser humano é o campo de especialização em design de moda. Ele aplica sua criatividade à compreensão e gestão das tendências culturais, estéticas, sociais e de consumo de um determinado momento em um determinado local, porém, servindo ao estilo e engenhosidade de seu criador. Distingue-se do corte e costura naquele último: em seu aspecto artístico, longe do mero ofício de fazer uma peça de vestuário.

Os estilistas desempenham um papel importante na indústria da moda e geralmente exibem seus designs em desfiles, nos quais vários modelos vestem suas roupas diante de uma platéia. A moda é, nesse sentido, uma das principais expressões culturais das diferentes culturas humanas, e elas desempenham um papel de destaque na preservação e transmissão de valores morais, sociais e de estilo de vida.

Pode servi-lo: Roupa.


Artigos Interessantes

Proprietário

Proprietário

Explicamos o que é um proprietário, qual é o relacionamento que ele tem com um proprietário e as obrigações de um inquilino. Um proprietário é quem aluga um apartamento ou veículo, entre outros. O que é um senhorio? Uma das duas figuras que participam de um contrato de arrendamento é chamada arrendadora. É, especi

Tolerância

Tolerância

Explicamos a você o que é tolerância e como esse valor foi desenvolvido na história até atingir o conceito de tolerância hoje. Tolerância implica aceitar e respeitar a si mesmo e aos outros. O que é tolerância? Tolerância é o respeito e aceitação das opiniões, crenças, sentimentos ou idéias dos outros , mesmo quando eles diferem ou são antagônicos aos seus. Por esse motivo,

Indivíduo em Biologia

Indivíduo em Biologia

Explicamos a você o que é um indivíduo em biologia, alguns exemplos e sua relação com populações, comunidades e ecossistemas. Um indivíduo é um exemplo único de uma espécie. O que é um indivíduo em biologia? O indivíduo é um organismo (unicelular ou multicelular) capaz de existir por si mesmo em um determinado ambiente. A palavra ind

Etiqueta

Etiqueta

Explicamos a você o que é rótulo e quais são seus vários usos. Além disso, qual é o rótulo social e qual é o rótulo a prejudicar. As etiquetas normalmente passam por um processo de design. O que é Tag? O conceito de etiqueta pode ter vários usos. O significado mais comum refere-se a um rótulo anexado, anexado, fixo ou pendurado em alguma parte de produtos diferentes para indicar uma marca, classificação, preço ou outras informações n. O rótulo tem um

Animais da floresta

Animais da floresta

Explicamos quais são os animais da floresta, em que biomas eles habitam e em que tipos de florestas eles estão. Entre os animais da floresta, existem inúmeras aves de rapina, como a águia. Animais da floresta Animais da floresta são aqueles que criaram seu habitat de biomas florestais . Ou seja, das acumulações mais ou menos densas de árvores e arbustos, ao longo das diferentes latitudes do nosso planeta. Como n

Guerra

Guerra

Explicamos o que é a guerra e as principais causas que iniciam esses conflitos. Além disso, os tipos de guerra e quais são as guerras mundiais. Uma guerra é o conflito social e político mais sério entre duas outras comunidades. O que é guerra? Quando falamos de guerra, geralmente nos referimos a um conflito armado entre dois grupos humanos relativamente maciços , usando todo tipo de estratégias e tecnologias, a fim de se impor violentamente ao outro, também causando morte ou simplesmente derrota. É a form