• Monday May 16,2022

Escultura

Explicamos a você o que é a escultura e em que consiste essa expressão artística. Características, técnicas, função e usos na sociedade.

A estátua da liberdade é obra do escultor francês Fr Bartlett.
  1. O que é escultura?

Escultura (do latim sculpt, sculpt) é uma forma de expressão artística que consiste em esculpir, moldar, esculpir ou cinzelar um material para criar uma forma com volume.

A escultura é considerada uma das Belas Artes, além de pintura, música e arquitetura. O trabalho que surge como resultado do processo artístico também recebe o nome de escultura.

Veja também: Artwork.

  1. Características da escultura

A escultura tem um grande componente de imitação e criação original.

Os materiais de trabalho da escultura podem ser dos mais variados, de barro, pedra e madeira a mármore, cera, gesso e diferentes tipos de metais (bronze, ferro, cobre) prata, ouro). Como a tecnologia permitiu o desenvolvimento de novos materiais, a escultura passou a usar resinas e plásticos que, com novas propriedades de resistência e flexibilidade, permitiram o desenvolvimento de novos estilos artísticos na escultura.

A escultura possui um grande componente de imitação e também de criação original, uma vez que a representação pode variar de figuras concretas como pessoas, animais, objetos naturais e artificiais, com proporcionalidade absoluta, ou podem ser esculturas abstratas que desafiam a percepção do espaço

A gestão do espaço é muito importante na escultura, o que implica que a composição final que o artista busca deve levar em conta aspectos espaciais como altura, largura, profundidade, volume, forma, layout da linha, a textura, a consistência dos materiais, a ótica do ambiente onde a escultura será e, em alguns casos, o movimento da escultura.

  1. Técnicas de escultura

A escultura em madeira envolve instrumentos como cinzel e lixa.

Existem inúmeras técnicas de escultura, de acordo com as intenções e os meios do artista. As técnicas dependem amplamente do material no qual você trabalha.

No caso de madeira e pedra, a técnica envolve esculpir instrumentos como cinzel e lixa, enquanto no caso de materiais mais macios, como argila e argila, é utilizada a modelagem manual.

Quando o material é um metal, a técnica envolve fundição e uso de moldes . Também são utilizadas técnicas de perfuração, pintura e conservação, bem como a articulação de diferentes peças para criar movimento no trabalho.

Os moldes são comumente usados ​​para a reprodução de esculturas. Eles são feitos com gesso, resina ou borracha, reproduzindo com precisão o trabalho final.

  1. Função e usos da escultura

Socialmente, a escultura pode ter usos e funções muito diversos. Originalmente, as esculturas tinham uma função religiosa, para rituais mágicos, rituais funerários, práticas de culto, etc.

Posteriormente, ele também adquiriu funções políticas, para manifestar o poder das monarquias, preservar a memória dos povos, defender projetos políticos. Outro uso da escultura, que se tornou sua função mais comum ao longo do tempo, é o estético, que busca representar a beleza ou os ideais artísticos de uma época ou criar objetos decorativos para interiores ou exteriores.

Artigos Interessantes

RNA

RNA

Explicamos a você o que é o RNA, como é sua estrutura e as diferentes funções que ele cumpre. Além disso, sua classificação e diferenças com o DNA. O RNA está presente nas células procarióticas e eucarióticas. Qual é o RNA? O `` RNA '' (ácido ribonucleico) é um dos ácidos nucléicos elementares da vida , comissionado em conjunto com o DNA (ácido desoxirribonucleico) do trabalho de síntese de Proteínas e herança genética. Esse ácido está prese

Diagnóstico

Diagnóstico

Explicamos a você o que significa diagnóstico e em quais campos esse termo é usado. Médico, social, comercial, diferencial e mais diagnóstico. O diagnóstico médico é o uso mais comum e mais conhecido do termo. O que é um diagnóstico? O diagnóstico é um procedimento sistemático e ordenado para saber, estabelecer claramente uma circunstância , com base em observações e dados específicos. O diagnóstico s

Sistema de Informação

Sistema de Informação

Explicamos o que são sistemas de informação e como eles são classificados. Elementos de um sistema de informação e alguns exemplos. Tudo o que é consiste em uma série de recursos interconectados e em interação. O que é um sistema de informação? Ao falar sobre um sistema de informação (SI), refere-se a um conjunto ordenado de mecanismos que têm como objetivo a administração de dados e informações , para que possam ser recuperados e processados ​​f Rapidamente e rapidamente. Todo sistema de inform

pH

pH

Explicamos o que é o pH e quais instrumentos são usados ​​para medi-lo. Além disso, a escala de pH e exemplos de ácidos, neutros e bases. O pH não é mais do que o indicador do potencial do hidrogênio. Qual é o pH? O pH é uma unidade de medida que serve para estabelecer o nível de acidez ou alcalinidade de uma substância . É expresso co

Nemesis

Nemesis

Explicamos a você o que é nmesis, qual é a origem desse termo na cultura grega e alguns exemplos de seu uso. A palavra `` nmesis '' é comum em vê-la usada como sinônimo de `` inimigo '' ou final . O que é isso? A palavra `` tamese '' vem da cultura grega antiga, na qual deu nome à deusa também conhecida como Ramnusia (de Ramnonte, um antigo assentamento grego perto da cidade de Ética, hoje na época um sítio arqueológico), e isso representava solidariedade, retribuição, justiça vingativa, equilíbrio e fortuna. Era representad

Dispositivos de entrada e saída (misturados)

Dispositivos de entrada e saída (misturados)

Explicamos a você quais são os dispositivos de entrada e saída na computação, também chamados de periféricos mistos ou bidirecionais. Os dispositivos de entrada e saída oferecem, mas também recebem informações. Quais são os dispositivos de entrada e saída? Em computação, são conhecidos como dispositivos de entrada e saída ou periféricos mistos ou bidirecionais, para os anexos eletrônicos que permitem a entrada e saída de informações , ou seja, inserir e extrair dados do sistema, como parte de um mecanismo de suporte rígido (físico) ou não. Em outras palavras, os