• Saturday November 28,2020

Fórmula Química

Explicamos a você o que é uma fórmula química, os tipos que existem, exemplos e suas partes. Além disso, os símbolos e elementos químicos.

As fórmulas químicas são usadas para expressar o que acontece durante uma reação química.
  1. O que é uma fórmula química?

Uma fórmula química é uma expressão gráfica dos elementos que compõem qualquer composto químico, bem como os números e as proporções de seus respectivos átomos. e, em muitos casos, também o tipo de ligações químicas que as ligam. Cada molécula e / ou composto conhecido corresponde a uma fórmula química, além de um nome e de acordo com as regras da nomenclatura química.

Existem diferentes tipos de fórmulas químicas, cada uma focada em um certo tipo de informação, mas, em termos gerais, todas elas servem para entender a natureza química das substâncias e expressar o que Ocorre durante uma reação química específica, na qual alguns elementos ou compostos se tornam outros. Por esse motivo, as fórmulas químicas obedecem a um sistema convencional de representação dos elementos e moléculas, ou seja, uma linguagem técnica especializada.

As fórmulas químicas usam os símbolos químicos dos elementos e proporções lógicas formais entre eles, expressos por símbolos matemáticos.

Veja também: Composto inorgânico.

  1. Tipos de fórmula química

Uma fórmula semi-desenvolvida expressa as ligações e seu tipo entre cada molécula do composto.

Existem diferentes tipos de fórmula química, úteis para fornecer informações diferentes, como:

  • Fórmula Molecular O tipo básico de fórmula expressa o tipo de átomos presentes em um composto covalente e a quantidade de cada um, em uma sequência linear de símbolos e números (como subscritos). Por exemplo, a fórmula molecular da glicose é C6H12O6 (seis átomos de carbono, doze hidrogênio e seis oxigênio).
  • Fórmula semi-desenvolvida Semelhante ao molecular, é um tipo de fórmula que expressa os átomos que compõem o composto, expressando as ligações químicas (linhas) e seu tipo (único, duplo, triplo) entre cada molécula do composto. Isso é útil para identificar os grupos radicais que o compõem, bem como a estrutura química dele. Por exemplo, a fórmula de glicose semi-desenvolvida é: CH2OH-CHOH-CHOH-CHOH-CHOH-CHO.
  • Fórmula desenvolvida. A fórmula desenvolvida é o próximo passo na complexidade semi-desenvolvida, indicando a ligação e a localização de cada átomo do composto dentro de suas respectivas moléculas, em um plano cartesiano, representando toda a estrutura do composto. Por exemplo, a fórmula de glicose desenvolvida é a seguinte:

H - C = O

|

H - C - O - H

|

H - O - C - H

|

H - C - O - H

|

H - C - O - H

|

H - C - O - H

|

H

  • Fórmula estrutural Para representar as moléculas, não apenas em sua estrutura e organização, mas também em sua forma espacial, é necessária uma fórmula ainda mais complexa, empregando perspectivas bidimensionais.
  • Fórmula de Lewis Também chamada de diagramas de Lewis ou estruturas de Lewis, é uma representação semelhante à fórmula desenvolvida de um composto, mas indica os respectivos elétrons compartilhados em cada ligação química entre átomos, de acordo com a valência dos elementos envolvidos. Esses elétrons são representados por pontos ligados a uma linha onde existe um link. São fórmulas para uso técnico e muito específicas.
  • Fórmula Geral É uma fórmula genérica, que expressa a estrutura básica fundamental de algum tipo de composto químico, usando variáveis ​​para expressar a quantidade de átomos de cada tipo. Por exemplo, a fórmula geral de álcoois pode ser expressa da seguinte forma: CnH (2n + 1) OH.
  1. Exemplos de fórmula química

Alguns exemplos da fórmula química (molecular) de compostos conhecidos são:

  • Oxigênio O2
  • Ozônio O3
  • Dióxido de carbono. CO2
  • Monóxido de carbono. CO
  • Agua H2O
  • Amoníaco NH3
  • Metano CH4
  • Propano C 3 H 8
  • Ácido sulfúrico. H2SO4
  • Ácido clorídrico. HCl
  • Cloreto de sódio. NaCl
  • Bicarbonato de sódio NaHCO3
  • Formaldeído. CH2O
  • Benzeno C6H6
  • Sacarose C12H22O11
  • Cal. CaO
  • Álcool etílico. C2H5OH
  • Glutamato monossídico. C5H8NNaO4
  • Penicilina C16H18N2O4S
  1. Partes de uma fórmula química

Muitas vezes os compostos mostram alguma recorrência estrutural e funcional.

Como vimos, as fórmulas químicas são compostas por símbolos químicos (letras) e subscritos (números), que expressam o tipo de átomos presentes no substância e quantidade Contudo, em certos campos da química, como a chamada química orgânica, os compostos apresentam alguma recorrência estrutural e funcional, o que permite identificar porções da molécula como radicais (unidades moleculares com ligações livres) ou grupos funcionais (unidades moleculares completas e fechadas).

Assim, certas organizações atômicas sempre têm o mesmo nome próprio, como é o caso do grupo funcional hidroxila (-OH), típico dos álcoois; ou do radical metil (-CH3).

  1. Símbolos químicos

Os símbolos químicos são as peças mínimas que compõem qualquer fórmula química, e cada um representa os vários elementos naturais conhecidos pela humanidade, ou seja, os diferentes tipos de átomos dos quais a matéria conhecida é composta.

Cada elemento corresponde a um símbolo específico (geralmente derivado de seu nome histórico em latim) e este último é incluído na Tabela Periódica dos elementos, que É uma ferramenta visual para organizá-los e classificá-los em grupos, de acordo com suas propriedades naturais distintas.

Alguns exemplos de símbolos químicos são:

  • Carbono C
  • Oxigênio. O
  • Match. P
  • Hidrogênio. H
  • Nitrogênio. N
  • Iodo Eu
  • Ferro
  • Lead Pb
  • Alumínio Al
  • Selênio Eu sei
  • Plutônio Pu
  1. Elementos químicos

Os elementos podem ser agrupados de acordo com suas propriedades químicas.

Os elementos químicos são os diferentes tipos de átomos que compõem a matéria e que se distinguem de acordo com a configuração particular de suas partículas sub-químicas (prótons, nêutrons e elétrons).

Os elementos podem ser agrupados de acordo com suas propriedades químicas, isto é, com as forças às quais respondem com menos facilidade e com o comportamento que exibem em certas reações ou com outras características naturais. Assim, por exemplo, existem elementos metálicos e não metálicos, com maior ou menor valência (ou seja, número de elétrons em seu último orbital), radioativos e não radioativos, etc.


Artigos Interessantes

Impacto ambiental

Impacto ambiental

Explicamos qual é o impacto ambiental, quais são as possíveis causas de danos ambientais e os tipos de impacto ambiental. Muitas empresas causam danos irreversíveis ao meio ambiente. Qual é o impacto ambiental? O impacto ambiental refere-se aos efeitos e conseqüências das ações do homem no meio ambiente . Ecologi

Vulnerabilidade

Vulnerabilidade

Explicamos o que é vulnerabilidade e os tipos de vulnerabilidade existentes. Além disso, como combater as vulnerabilidades. Costuma-se dizer que pessoas vulneráveis ​​estão em risco. O que é vulnerabilidade? Vulnerabilidade é uma qualidade que alguém ou algo possui para se machucar.Quando uma pessoa ou um objeto está vulnerável, isso significa que eles podem se machucar ou sofrer uma lesão física ou emocional. Esta palavra

Arte

Arte

Explicamos o que é arte e quais são as disciplinas artísticas que conhecemos. Evolução do conceito. Como as artes são classificadas. A arte é um dos componentes mais importantes da cultura. O que é arte? Arte é qualquer forma de expressão de um caráter criativo que um ser humano possa ter . Trata-se

Animais selvagens

Animais selvagens

Explicamos o que são os animais selvagens, alguns exemplos e as principais características desses animais. Animais selvagens são aqueles que não conhecem relação com o ser humano. Quais são os animais selvagens? Ao contrário dos animais domésticos, acostumados à presença de seres humanos, os animais selvagens são aqueles que permanecem em seu estado original, habitando espaços distantes da intervenção humana e inseridos em uma dinâmica natural ao qual seus instintos respondem. Em outras pala

Mutualismo

Mutualismo

Explicamos a você o que é o mutualismo e sua relação com a simbiose. Além disso, o que é comensalismo, predação e parasitismo. O mutualismo é importante para o aumento da biodiversidade. O que é mutualismo? O mutualismo é um tipo de relacionamento entre espécies ou relacionamento interespecífico, no qual os dois indivíduos envolvidos obtêm um benefício mútuo , ou seja, ambos se beneficiam de sua associação. Esse tipo de link

Observação Científica

Observação Científica

Explicamos o que é a observação científica, por que é tão importante e suas características. Além disso, como está sua classificação e exemplos. A observação científica garante a objetividade e demonstrabilidade dos estudos científicos. Qual é a observação científica? Quando falamos de observação científica , nos referimos ao processo de detalhar qualquer fenômeno da natureza com uma intenção analítica e com o objetivo de coletar os mais de possíveis informações objetivas. Essa é uma das etapas inici