• Friday July 1,2022

Individualismo

Explicamos o que é o individualismo e quais são os diferentes significados que ele tem. Além disso, suas diferenças com o coletivismo.

O individualismo busca a libertação total do indivíduo.
  1. O que é individualismo?

O individualismo é uma tendência política, moral e filosófica, cujos valores supremos são a autonomia e a auto-suficiência do indivíduo na sociedade, enfatizando sua `` dignidade moral '' diante de qualquer tentativa de intervenção `` Estado do Estado ou qualquer outra instituição em suas decisões e opções pessoais.

O individualismo busca a libertação total do indivíduo, e é por isso que ele o coloca no centro de seus interesses, uma vez que os direitos humanos e as liberdades individuais são seus principais bastiões. Muitos movimentos políticos e sociais bebem do fluxo do individualismo (como liberalismo, existencialismo e anarquismo individualista), em oposição às doutrinas influenciadas pelo coletivismo (comunismo, socialismo, anarco-sindicalismo, etc.).

Essa corrente vem da salvação individual levantada pela religião cristã durante a Idade Média, mas foi drasticamente modificada pela ideologia predominante durante a Revolução Industrial, e assim aconteceu. ser um componente da maneira de ver o mundo proposto pelo capitalismo.

Outros significados

O individualismo também é entendido como a tendência nos campos artístico e boêmio de contrariar tradições estabelecidas e apostar na auto-criação e experimentação pessoal, distanciando-se das opiniões populares. ou da massa.

E na linguagem cotidiana ou popular, pode ser usada como sinônimo de egocentrismo, narcisismo, egoísmo ou esse tipo de comportamento em que o desejo individual sobre o bem-estar da massa é privado.

Veja também: Globalização.

  1. Individualismo e coletivismo

Individualismo e coletivismo são doutrinas opostas . Enquanto o primeiro defende as liberdades individuais e a livre existência como o objetivo a ser alcançado, o segundo defende a responsabilidade social, a conscientização da comunidade e o precedente das necessidades da comunidade aos desejos do indivíduo.

Doutrinas filosóficas como livre-pensamento, egoísmo ético (ou egoísmo moral) ou objetivismo são o produto da junção do individualismo e do capitalismo (no que foi chamado de individualismo econômico) e, em certa medida, herdeiros do liberalismo burguês do Era moderna.

A partir do coletivismo, essas doutrinas são consideradas o produto de uma sociedade que não é altruísta, focada no egoísmo e nos benefícios individuais, em vez do bem-estar comum.

  1. Individualismo na sociedade atual

A sociedade contemporânea é frequentemente debatida entre coletivismo e individualismo como suas duas tendências opostas e possíveis . Durante o final do século XX e o início do vigésimo primeiro, houve uma acentuada tendência ao individualismo em termos globais, após a queda dos grandes projetos coletivistas do bloco comunista oriental, a reunificação alemã e a abertura da China aos mercados globais. Isso levou o individualismo a ser o sistema predominante em política e economia do mundo contemporâneo.

No entanto, projetos coletivistas tendem a reaparecer, como aconteceu na América Latina na década marcada por governos progressistas e populistas como Hugo Chávez (Venezuela), Cristina Fernández de Kirchner (Argentina), Luis Ignacio Lula da Silva (Brasil), Evo Morales (Bolívia) e Rafael Correa (Equador). Para alguns, no entanto, o saldo não é muito favorável (especialmente no caso venezuelano) e isso levou a um novo retorno ao individualismo capitalista na região.

Artigos Interessantes

Hoax

Hoax

Explicamos o que são trotes e por que eles são um problema sério para os usuários da Internet. Além disso, como detectar uma farsa? 70% dos usuários da Internet não conseguem distinguir uma farsa. O que é uma farsa? Na Internet, isso é conhecido como brincadeira, bulo ou notícia falsa, ou seja, uma tentativa de fazer as pessoas acreditarem que algo falso é real , com base em meias-verdades, fotografias enganadas ou provenientes de outras pessoas. origem ou

Ciências físicas

Ciências físicas

Explicamos o que são as ciências físicas ou empíricas, seus ramos e como são classificadas. Exemplos de diferentes ciências físicas. As ciências físicas recorrem à lógica e aos processos formais como uma ferramenta. Quais são as ciências físicas? As ciências factuais ou factuais, ou também ciências empíricas, são aquelas cuja tarefa é conseguir uma reprodução (mental ou artificial) dos fenômenos da natureza que É desejável estudar, a fim de entender as forças e os mecanismos envolvidos nelas. São, portanto, as ciênci

Processador de texto

Processador de texto

Explicamos o que é um processador de texto e um pouco de história sobre esta ferramenta de computador. Além disso, suas vantagens e alguns exemplos. Um processador de texto possui diferentes fontes, tamanhos, cores e formatos de texto. O que é um processador de texto? O processador de texto é um tipo de programa ou aplicativo de computador cuja função principal é criar ou modificar documentos de texto gravados em um computador. Pode-s

De plástico

De plástico

Explicamos o que é o plástico, os tipos existentes e os vários usos desse polímero. Além disso, sua história e suas diferentes propriedades. Os plásticos são materiais sintéticos e derivados de petróleo. O que é o plástico? Plástico é o nome genérico e comum dado a uma série de substâncias de estrutura molecular semelhante e características físico-químicas, cuja maior virtude é possuem elasticidade e flexibilidade em uma variedade de temperaturas, permitindo sua moldagem e adaptação a várias formas. Esse nome deriva de su

Comunismo Primitivo

Comunismo Primitivo

Explicamos a você o que era o comunismo primitivo, sua economia, modos de produção, vantagens, desvantagens e outras características. O comunismo primitivo foi a primeira forma de organização social. O que era o comunismo primitivo? Segundo a perspectiva do marxismo, a primeira das etapas da organização político-social da humanidade é chamada comunismo primitivo ou modo de produção primitivo. Apareceu c

Fonte de alimentação

Fonte de alimentação

Explicamos o que é uma fonte de alimentação, as funções que este dispositivo cumpre e os tipos de fontes de alimentação existentes. As fontes de alimentação podem ser lineares ou comutativas. O que é uma fonte de alimentação? A energia ou fonte de alimentação ( PSU em inglês) é o dispositivo responsável por transformar a corrente alternada da linha elétrica comercial que é recebida nas residências (220 volts na Argentina) em corrente direta ou direta; que é aquele usado por dispositivos eletrônicos, como televisores e computadores, fornecendo as diferentes tensões exigidas pelos componentes, ge