• Saturday February 22,2020

Luz solar

Explicamos o que é a luz solar, qual é a sua origem e composição. Além disso, por que seus riscos e benefícios são tão importantes.

A Terra recebe cerca de 4.000 horas de luz solar por ano em suas regiões equatoriais.
  1. O que é a luz do sol?

Chamamos a luz solar do espectro completo da radiação eletromagnética da estrela central do nosso Sistema Solar, o Sol. Sua presença no céu determina a diferença entre dia e noite e constitui uma parte vital de nossa concepção do mundo em todos os níveis.

O sol é a fonte mais importante e constante de luz e calor que conhecemos, graças à qual o planeta Terra tem as condições ideais para a vida . A radiação eletromagnética emitida por essa estrela penetra na atmosfera e atinge uma intensidade de 93 linhas de iluminação por watt de energia eletromagnética, ao longo de seus três espectros de luz: infravermelho, visível e ultravioleta.

A maneira pela qual a luz solar atinge a superfície da Terra depende em grande parte da posição orbital do planeta, de seus movimentos de inclinação e rotação, bem como da porcentagem de energia que É dissipado pela atmosfera, especialmente pela camada de ozônio.

Nosso planeta recebe cerca de 4.000 horas de luz solar por ano em suas regiões equatoriais, e estima-se que, sem esses filtros naturais, sua intensidade seria tal que nosso planeta seria muito mais quente e mais quente. É dessecante, semelhante ao nosso vizinho, Marte.

Pode atendê-lo: Painel Solar.

  1. Origem da luz solar

O sol produz diferentes níveis de calor e radiação eletromagnética.

A luz solar é um produto das reações de fusão nuclear que ocorrem no coração do Sol, nas quais seu hidrogênio abundante é transformado em hélio e outros elementos mais pesados, devido à imensa gravidade da estrela (que tem mais de 99 % da massa do sistema solar).

Essa eterna bomba atômica no espaço produz diferentes níveis de calor e radiação eletromagnética, que em sua camada mais externa, a fotosfera, atingem um equilíbrio térmico e as temperaturas mais altas, além de múltiplas ondas eletromagnéticas, cujo espectro visível é o que chamamos de luz solar ou luz natural.

  1. Composição da luz solar

Se a luz solar penetrar em um prisma, ela se decomporá em seus vários comprimentos de onda.

A luz solar consiste na propagação de energia e não da matéria através do espaço, ou seja, em uma forma de radiação que viaja através de cinco regiões diferentes de comprimento de onda, que são:

  • Luz ultravioleta C (UVC). Luz na sua frequência mais alta, numa faixa entre 100 e 280 nm. Felizmente, a maior parte é absorvida pela atmosfera, pois tem um intenso impacto na vida e no DNA. Seu nome deriva do fato de estar em uma faixa muito superior à da luz violeta, a mais alta que o olho humano pode capturar, ou seja, que é um tipo de luz invisível.
  • Luz ultravioleta B (UVB). Com uma faixa entre 280 e 315 nm, produz um forte impacto na atmosfera, onde desencadeia a maioria de suas reações fotoquímicas, como a produção da camada de ozônio. Dessa forma, também atinge a superfície da Terra em quantidades muito pequenas.
  • Luz ultravioleta A (UVA). Com uma faixa entre 315 e 400 nm, é a forma de radiação de alta frequência que mais afeta a superfície da Terra, sem ser visível pelo olho humano. A ela devemos o bronzeado de nossas peles, mas também a possibilidade de câncer de pele.
  • Alcance visível da luz. Estendidas em uma faixa entre 400 e 700 nm, essas são as várias formas de luz que compõem o espectro visível. Se a luz solar penetra em um prisma, como gotas de chuva da atmosfera, podemos ver como ela se decompõe em seus vários comprimentos de onda, que em nossos olhos constituem as diferentes cores: violeta (cerca de 400 nm), azul (perto de 450 nm), verde (cerca de 520 nm), amarelo (cerca de 600 nm), laranja (cerca de 650 nm) e vermelho (cerca de 700 nm).
  • Luz de alcance infravermelho. Com uma faixa entre 700 nm e 1000 μm, é a radiação que fornece mais calor do Sol. É indetectável pelo olho humano e pode, por sua vez, ser dividida em três tipos: infravermelho próximo (800 nm a 2500 nm), infravermelho médio (2500 nm a 50 μm) e infravermelho distante (50 a 1000 μm).
  1. Importância da luz solar

A luz solar é essencial para o nosso planeta ser o que é, de várias maneiras. Por um lado, sua radiação fornece a energia necessária para lançar várias reações químicas na atmosfera e na litosfera primitiva, cuja conseqüência imediata foi a formação da camada de ozônio e a modificação do clima terrestre, que eventualmente levou a condições favoráveis ​​ao aparecimento da vida.

Sem a luz solar, a fotossíntese não seria possível e a vida teria que recorrer a outros métodos para produzir, massificar e evoluir. A luz solar fornece calor à atmosfera, permitindo as estações climáticas que formam o ciclo da natureza. Sem a luz solar, é provável que o nosso mundo seja frio e morto, assim como os planetas externos do Sistema Solar.

  1. Luz solar nas plantas

A fotossíntese consiste em uma série de reações químicas impulsionadas pela energia solar.

As plantas sobrevivem graças ao uso de elementos inorgânicos, como água, dióxido de carbono (CO2) e luz solar, graças a um processo de síntese de açúcares bioquimicamente utilizáveis, conhecido como fotossíntese. Essa é a razão pela qual as plantas precisam ser expostas ao sol (em graus de acordo com a espécie, é claro).

A fotossíntese é realizada por algas, cianobactérias e todas as formas de vegetação, e consiste em uma série de reações químicas impulsionadas pela energia do Sol, que permite a formação n de glicose de acordo com a seguinte fórmula:

6CO2 + 6H2O + E = C6H12O6 + O2

Esse processo, como será visto, subprodutos de oxigênio que é liberado na atmosfera, tornando-o respirável para os animais. Uma vez que a glicose é obtida através da fotossíntese, as plantas podem oxidá-la regularmente (respiração celular), obtendo o ATP necessário para manter o metabolismo, crescer, reproduzir, etc.

  1. Benefícios da luz solar

A luz solar produz colecalciferol, um antidepressivo natural.

A exposição à luz solar tem vários efeitos positivos no corpo humano, que vão além de fornecer calor e luz perceptível para perceber o mundo ao nosso redor. Entre seus benefícios estão:

  • A metabolização da vitamina D. Indispensável para fixação de cálcio.
  • A liberação de óxido nítrico. Cujo efeito no organismo inclui a regulação da pressão arterial.
  • A produção de colecalciferol. Antidepressivo natural, cujos níveis caem em populações expostas ao inverno escuro e ligadas à depressão do verão.
  1. Riscos da luz solar

Há muito debate sobre se a luz solar é totalmente benéfica ou se também é um fator de risco para certos tipos de melanoma de câncer de pele. Sabe-se que as formas de radiação ultravioleta de maior frequência têm um impacto dramático no DNA, tanto que podem ser usadas como germicida em laboratórios. No entanto, os níveis dessa luz que normalmente afetam a superfície da Terra não são altos; uma situação que poderia ter mudado durante os anos em que a camada de ozônio foi enfraquecida pela poluição da atmosfera, no final do século XX.


Artigos Interessantes

Semântica

Semântica

Explicamos a você qual é a semântica e os componentes com os quais ela atribui os significados. Além disso, o que é uma família semântica e exemplos. Semântica estuda o significado das palavras. Qual é a semântica? É denominado ramo semântico da lingüística dedicado ao estudo do significado, cujo nome deriva do termo grego s mant ik s (Significado significativo) e, juntamente com a fonética, gramática e morfossintaxe, constitui uma das principais abordagens para o estudo organizado da linguagem verbal. A semântica en

Publicidade

Publicidade

Explicamos o que é publicidade e quando esse meio de divulgação surgiu. Além disso, quais são seus estágios e as técnicas que ele utiliza. A publicidade procura atrair a atenção de clientes em potencial para um produto ou serviço. O que é publicidade? A publicidade é um meio de divulgação em que várias organizações, empresas, indivíduos, ONGs, entre outras, tentam se dar a conhecer, anunciam ou simplesmente se referem a certos bens, serviços, para poder interessar compradores, usuários etc. . No marketing, a

Movimento

Movimento

Explicamos o que é o movimento e as categorias em que ele pode ser classificado. Além disso, os elementos que o compõem e exemplos. Movimento é a mudança de posição que um corpo experimenta no espaço. Qual é o movimento? Na física, movimento é entendido como a mudança de posição que um corpo passa no espaço , levando em consideração o tempo e um ponto de referência onde o observador do fenômeno está localizado. menos. Ou seja, as

Recurso

Recurso

Explicamos a você o que é um relatório e por que é considerado um relato jornalístico. Além disso, suas características e como é sua estrutura. Um relatório possui vários canais de transmissão. O que é reportagem? O relatório é um trabalho jornalístico , cinematográfico ou esportivo (para citar um ponto) que contém uma finalidade informativa. A reportagem é

Lealdade

Lealdade

Explicamos o que é lealdade e o que significa ser uma pessoa leal. O que é deslealdade e como detectá-la. Patriotismo e lealdade animal. O melhor amigo do homem é considerado o animal mais leal. O que é lealdade? Ser uma pessoa leal é, sem dúvida, uma das qualidades mais respeitáveis ​​de um ser humano , especialmente quando se trata de um relacionamento ou amizade, porque ajuda a manter um vínculo forte e a construir confiança. o outro. Lea

Ferro

Ferro

Explicamos o que é o ferro e os tipos de ferro que são frequentemente usados. Além disso, exemplos dessa figura retórica e o que é sarcasmo. A Irony transmite informações contrárias à mensagem que é dita ou escrita. O que é o ferro? É conhecida como figura retórica que consiste em transmitir informações completamente contrárias à mensagem que é dita ou escrita e pode ser usada tanto para esse fim que o receptor reconhece a virada irônica e, portanto, gera um certo senso de humor ou cumplicidade, ou que ele não pode detectá-la e a expressão constitui uma espécie de ofensa. Nesse sentido, o `` f